PIB e PNB – 12/09/2011

PIB e PNB – 12/09/2011

PIB e PNB

Qual a diferença entre PIB e PNB?

Um dos principais indicadores que demonstram a realidade econômica de um país ou região é o PIB (Produto Interno Bruto). Tal indicador nada mais é do que a mensuração de todos os bens e serviços, ou seja, de toda a riqueza produzida. Uma das maiores confusões em relação ao PIB é a diferença entre o mesmo e outro importante indicador econômico: o PNB (Produto Nacional Bruto).

PIB ou PNB?

Uma das confusões em torno do PIB é a que mistura taxas trimestrais de crescimento, divulgadas periodicamente pelo IBGE com taxas anuais. A taxa trimestral mede o crescimento do PIB num trimestre em relação ao trimestre anterior e se constitui numa medida mais aproximada de velocidade corrente de crescimento do PIB. Essa taxa é anualizada, ou seja, indica o quanto o PIB cresceria no ano todo se sua velocidade de expansão continuasse a mesma. Para se evitar confusões no tratamento das variações do PIB deve-se sempre tomar a base inicial da medida como 100, e aplicar sobre ela os índices de crescimento divulgados. Isso permite visualizar corretamente o fenômeno em curso.

Embora o conceito de PIB seja preferido na maior parte do mundo, como no Brasil e Grã Bretanha, o PNB é utilizado especialmente em determinados países, como nos Estados Unidos, por exemplo.

O PIB representa todas as riquezas produzidas dentro das fronteiras de uma região, independentemente do destino dessa renda. O conceito de PIB também descarta a entrada de verbas do exterior. O que é levado em consideração é simplesmente aquilo que é produzido dentro das fronteiras da região ou país.

Já o PNB considera todos os valores que um país, por exemplo, recebe do exterior, além das riquezas que foram apropriadas por outras economias, ou seja, os valores que saem. É justamente essa a diferença: o PNB considera as rendas enviadas e recebidas do exterior, enquanto o PIB, não.

Desta forma, em países em desenvolvimento, como o Brasil, o PNB normalmente é menor que o PIB, uma vez que as transnacionais enviam grande parte de seus lucros para seus países de origem. Da mesma forma, em países com muitas empresas de atuação global, como nos Estados Unidos, o PNB tende a ser maior, já que há uma grande absorção dos lucros gerados por suas empresas no exterior.

Portanto: O PIB, descontado dessa renda enviada ao exterior, ou somado à renda recebida do exterior é chamado PNB. O conceito de PNB, por esse motivo, está mais próximo ao conceito de Renda Nacional. O Produto Nacional Bruto, descontadas as perdas por depreciação, é exatamente igual à Renda Nacional Líquida. Assim:

PIB – Renda enviada ao exterior + Renda recebida do exterior = PNB

PNB – Depreciação = Produto Nacional Líquido = Renda Nacional Liquida.

Renda Nacional Líquida / População = Renda Per Capita

Reportagem do jornal O Globo Economia de 03/03/2011

Ranking divulgado pelo IBGE com os países que já anunciaram o resultado do Produto Interno Bruto (PIB) de 2010 mostram que o Brasil teve o terceiro melhor desempenho no mundo. O PIB brasileiro, que subiu 7,5%, na maior alta desde 1986 , ficou atrás de China, que cresceu 10,3%, e Índia, que avançou 8,6%. A expansão da economia brasileira supera o avanço dos PIBs de países europeus e dos Estados Unidos, além da Coreia do Sul.

O crescimento do PIB brasileiro ficou 2,5 pontos acima do avanço no mundo em 2010, que foi de 5% na média dos países, segundo os dados do IBGE. Ficaram acima desse patamar, além dos três primeiros colocados, a Coreia do Sul, com alta de 6,1%, e o México, com 5,5%.

Segundo a wikipedia, O produto interno bruto (PIB) representa a soma (em valores monetários) de todos os bens e serviços finais produzidos numa determinada região (quer seja, países, estados, cidades), durante um período determinado (mês, trimestre, ano, etc). Veja que fala “uma determinada região”, portanto você pode calcular o PIB de um Estado, de uma cidade. A maioria das pessoas pensa sempre numa lista de países, como a que mostramos abaixo:

PAÍS—PIB de 2009 em milhões de US$

1) Estados Unidos—14.256.300
2) Japão—5.067.530
3) China—4.984.730
4) Alemanha—3.346.700
5) França—2.649.390 (obs 5)
6) Reino Unido—2.174.530
7) Itália—2.112.780
8) Brasil—1.571.980 (em 2010: estimado em US$ 1.700.000)
9) Espanha—1.460.250
10) Canadá—1.336.070
11) Índia—1.310.170
12) Rússia—1.230.730
13) Austrália—924.843
14) México—874.902
15) Coreia do Sul—832.512
16) Holanda (Países Baixos)—792.128
17) Taiwan (Formosa)—735.400 (obs 6 e 7)
18) Turquia—617.099
19) Indonésia—540.277
20) Suiça—500.260 (obs 1)
21) Bélgica—468.552
22) Polônia—430.076
23) Suécia—406.072
24) Áustria—384.908
25) Noruega—381.766
26) Arábia Saudita—369.179
27) Irã—331.015
28) Grécia—329.924
29) Venezuela—326.498
30) Dinamarca—309.596
31) Argentina—308.741
32) África do Sul—285.983
33) Tailândia—263.856
34) Emirados Árabes Unidos—261.348 (obs 1)
35) Finlândia—237.512
36) Colômbia—230.844
37) Portugal—227.676
38) Irlanda—227.193
39) Israel—194.790
40) Malásia—191.601
41) República Tcheca—190.274
42) Egito—188.334
43) Cingapura—182.232
44) Nigéria—168.994
45) Paquistão—166.545
46) Chile—163.670
47) Romênia—161.110
48) Filipinas—160.476
49) Kuweit—148.024 (obs 1)
50) Argélia—140.577

Porém, mais interessante que isso é ver que grandes cidades possuem PIBs maiores do que muitos países. Por exemplo, as 2 primeiras colocadas no ranking de cidades mais ricas, Tóquio e Nova York possuem PIBs de, respectivamente, US$ 1,479 trilhão e US$ 1,406 trilhão. Olhe novamente a tabela acima e você verá que as duas poderosas metrópoles estariam em 9º e 11º lugares, logo a frente da Espanha e Canadá!! Fácil de perceber que elas poderiam até se tornarem nações independentes. Entre as nossas cidades, São Paulo é a mais bem colocada, aparecendo como a 10º colocada, com um PIB de US$ 388 bilhões. Em 2005, São Paulo ocupava a 19º colocação, com um PIB de US$ 225 bilhões, crescimento de 72% em 4 anos. O Rio de Janeiro, ocupa a 30º lugar com um PIB de US$ 152 bilhões.

Posição Cidade País PIB
em bilhões de US$
1 Tóquio Japão $ 1479
2 Nova Iorque Estados Unidos $ 1406
3 Los Angeles Estados Unidos $ 792
4 Chicago Estados Unidos $ 574
5 Londres Reino Unido $ 565
6 Paris França $ 564
7 Osaka Japão $ 417
8 Cidade do México México $ 390
9 Filadélfia Estados Unidos $ 388
10 São Paulo Brasil $ 388