Economizar Poupar Investir

  • 0

Economizar Poupar Investir

Economizar, poupar e investir geralmente são vistos como sinônimos, quando, na verdade, representam etapas distintas do planejamento financeiro.

No Brasil, pesquisar preços e pechinchar já faz parte da rotina da maioria das pessoas. Quando temos intenção  comprar algo, a maioria dos brasileiros procura comparar preços, buscando opções mais baratas do mesmo produto. Mas este esforço muitas vezes acaba se perdendo, porque o dinheiro economizado em um item acaba sendo gasto em outro.

discounts-300x300

Economizar tem que ser visto de uma forma mais abrangente

Ainda que a capacidade de comparar preços e gastar menos com um determinado item seja uma parte
importante do planejamento orçamentário, ela acaba não gerando os benefícios necessários quando é
vista de forma isolada.

O grande problema é que a maioria de nós não elabora um orçamento familiar.

Orçamento

Sem uma visão clara do seu padrão de gastos mensal, fica difícil entender o impacto que a economia na compra de um determinado produto (ou serviço) tem no todo. Com isso, a decisão de economizar passa a ser quase um reflexo e não parte de um planejamento.

O que realmente acontece é que o dinheiro economizado com um item, acaba sendo gasto com outro.

E isso é muito ruim, pois economizar implica em esforços, que acabam não sendo recompensados se o dinheiro é gasto de outra forma.

Por quê é ruim?

Porque você economiza, mas não poupa.

money

Você faz um esforço extra para economizar dinheiro, mas não consegue acumular um patrimônio, de forma a melhorar a sua qualidade de vida. Dessa forma, fica a sensação de sacrifício permanente, sem um retorno adequado.

Isso é muito desistimulante e acaba te fazendo abandonar a disciplina de pesquisar preços e economizar, sem a qual você pode perder o controle financeiro e entrar em dívidas.

Da economia à poupança 

Economizar dentro de um  contexto de um planejamento financeiro, é o que na verdade vai se tranformar em capacidade de poupar.

Apenas desta forma, o ato de economizar irá gerar melhora na sua qualidade de vida e permitir a formação de patrimônio.

Save-money

Transformar economia em poupança fica mais fácil quando se possui um orçamento.

Isso ocorre porque, através do orçamento, é possível definir metas de poupança mensal, que impede que você gaste aquilo que economizou com outro item.

Com o tempo, da mesma forma como aprendeu instintivamente a comparar preços e economizar, você assimila novos hábitos de consumo e começa a tomar decisões mais inteligentes para o uso do seu dinheiro.

Da poupança ao investimento

Ainda que poupar seja uma etapa importante, o sucesso do planejamento financeiro de uma família também passa pela sua capacidade de fazer o dinheiro que conseguiu poupar, crescer ao longo do tempo.

Efetivamente é através do investimento, da aplicação dos recursos poupados, que o esforço de abrir mão de consumo hoje em favor da capacidade de poder gastar no futuro é recompensado.

Isso porque uma estratégia de investimento bem sucedida permite que a quantia poupada hoje, cresça mais do que a inflação durante o período em que estiver investida, o que permitirá o aumento do poder aquisitivo futuro.

Shiny new money saving or care concept

Imagine a seguinte situação:

Você consegue poupar R$ 500 por mês e, durante 60 meses, investe este dinheiro a uma taxa líquida de 5% ao ano acima da inflação. Após 5 anos, teria poupado R$ 30 mil, ou seja, você abriu mão de gastar R$ 500 por 60 meses.

Mas, como investiu este dinheiro a uma taxa que supera a inflação, ao final do período teria acumulado a quantia de R$ 33 mil.

Na prática isso significa que você “abriu mão de gastar R$ 30 mil” em favor de poder gastar R$ 33 mil no futuro, ou seja, 10% a mais do que guardou.

Portanto, que quanto melhor for a capacidade de uma pessoa de poupar e de investir o dinheiro que conseguiu, maior será o retorno para o “sacrifício” que fez e conseqüentemente, maior o poder aquisitivo futuro.

Pode-se afirmar, portanto, que o correto entendimento de como os atos de economizar, poupar e investir se relacionam não só é importante para o sucesso do planejamento financeiro, como também é parte fundamental na educação financeira de uma família.

Você já fez seu planejamento para esse semestre?

Comece hoje, tenha disciplina e paciência.
Aproveite o inicio do mês e coloque as contas em dia.
Economize, poupe e invista!

Os planos bem elaborados levam à fartura; mas o apressado sempre acaba na miséria.
Provérbios 21:5


  • 6

Onde investir R$100,00 / mês?

Existem investimentos que rendem muito mais que a poupança.

independencia-financeira

Muitas pessoas até têm a vontade de investir e buscar opções mais rentáveis que a poupança, no entanto, acreditam que não possuem dinheiro suficiente para fazer operações financeiras mais lucrativas e interessantes.

No entanto, que com R$ 100,00 por mês, ou até menos, já é possível investir em uma alternativa melhor que a poupança.

Uma alternativa é o Tesouro Direto, programa de compra e venda de títulos públicos do governo federal.
O programa conta com três opções diferentes de títulos disponíveis:

  • Tesouro Selic – que segue a variação da taxa de juros
  • Tesouro IPCA+ – que remunera a inflação mais uma taxa de juros real
  • Tesouro Prefixado – que tem uma taxa determinada no momento da compra.

Além da variedade na hora de escolher os títulos, outra vantagem do programa é a liquidez diária, que permite que o investidor possa sacar o dinheiro a qualquer momento. Porém, o investidor que quiser resgatar o dinheiro antes do vencimento deve investir no Tesouro Selic, que não conta com volatilidade.

Caso o investidor aplique nos outros dois títulos, ele deve ou seguir com o título até seu vencimento, e assim garantir a rentabilidade, ou procurar uma assessoria profissional de investimentos para auxiliá-lo.

A rentabilidade dos títulos oferecidos é uma das maiores vantagens do programa.  Mesmo não sendo um investimento isento de imposto de renda e mesmo na alíquota mais alta (que é de investimentos com um prazo menor de seis meses e chega a 22,5%) o Tesouro Direto segue rendendo muito mais que a poupança.

No entanto, o investidor deve escolher com atenção a instituição financeira por meio da qual irá aplicar no programa, pois as operações tem custo. No site do Tesouro Direto é possível encontrar as taxas cobradas por todos os bancos e corretoras. É possível descobrir as instituições que pagam as menores taxas com a mesma segurança.

Outro cuidado necessário é com os bancos de varejo. Caso o investidor queira fazer a aplicação em seu próprio banco de varejo, converse bem com o gerente. Muitos gerentes dificultam a entrada no Tesouro Direto, falam que é muito difícil investir no programa e tentam oferecer outras opções que são mais rentáveis para o banco. Cuidado, o gerente da sua conta é, em primeiro lugar, funcionário do banco, por isso tende a oferecer alternativas melhores para seu empregador. Mas o investidor está livre para procurar qualquer corretora nesses casos.

Uma vantagem que surpreende muitas pessoas que não são familiarizadas com o mundo dos investimentos:

Tesouro Direto é ainda mais seguro que a poupança, uma vez que o risco é soberano e o governo é o melhor credor que existe.

Poupar e Investir

Investir


  • 0

Independência Financeira

“Não existe milagre”, diz especialista sobre independência financeira
Quem sonha em alcançar a independência financeira tem que poupar dinheiro e não se endividar

Independência Financeira

Atingir a independência financeira é um sonho que muitas pessoas têm. Afinal, quem não gostaria de ver o próprio dinheiro trabalhando para você mesmo e poder usar o tempo da forma que desejar? No entanto, para chegar lá é necessário ter muita disciplina e escolher bons investimentos, afirmam especialistas.

“Existem muitas maneiras de conseguir a independência financeira, depende de quanto o investidor tem de renda, quanto consegue poupar, quando quer parar de trabalhar e assim definir a melhor estratégia a ser adotada”, aponta Antonio Carlos Antunes da Silva, da RJ Investimentos, do Rio de Janeiro.

Na fase de acumulação, é importante que o investidor calcule exatamente o quanto de dinheiro precisará ter investido para conseguir ter a independência financeira. A partir desse momento, vem a decisão de onde será investido o dinheiro poupado todo mês. “Sem uma assessoria profissional em todo o processo, incluindo a escolha de investimentos, o investidor não conseguirá chegar na independência financeira. Um bom assessor financeiro é essencial”, relata Antonio Carlos.

Em relação aos melhores produtos para investir, José Milton dos Santos Pestana Barbosa, assessor de investimentos da RCX Investimentos de Ribeirão Preto (SP), recomenda a previdência privada como uma opção. “As pessoas que não têm disciplina e cultura de guardar dinheiro devem procurar a previdência privada, porque fazem uma poupança compulsória que pode ser sacada e protege contra imprevistos”, explica.

José Milton também destaca a importância de uma boa assessoria de investimentos para quem quer alcançar a independência financeira e assinala a importância de pesquisar bem antes de investir: “se você cair em um banco de rede e fizer um plano lá, estará sujeito a uma rentabilidade menor e taxas maiores, sendo que é possível conseguir taxas melhores em casas independentes”.

Adicionalmente, também é importante diversificar os investimentos. O assessor de investimentos sugere como uma alternativa possível, um bom fundo multimercado que esteja de acordo com o perfil do investidor. “A pessoa não pode ser gananciosa, achar que vai ganhar muito em pouco tempo. Não existe milagre. O melhor é ser disciplinado”, assinala.

Além disso, o especialista ainda alerta para outros problemas de planejamento financeiro que fazem parte do cotidiano de muitos brasileiros. “Quem quer ser independente financeiramente não pode se envidar nunca em cheque especial e cartão de crédito”, aconselha.

cartoes-cortados